quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Dica: Vinho

Bom dia!!!

Aproximando de dias festivos, segue uma dica de vinho, como não sou expert no assundo, recolhi informações da net.



Categoria: Vinho
Tipo: Branco
Produtor: Viña Tarapacá
Produto: Cosecha Tarapacá Sauvignon Blanc
País: Chile
Região: Vale Central
Uvas: Sauvignon Blanc
Safra: 2010
Vinificação:} fermentação alcoólica em recipientes de aço inox, com temperatura controlada;

Notas de prova:

Cor: amarelo claro e brilhante;
Aroma: ligeiros e floral, ressaltando rosas brancas;
Sabor: jovem, leve, de grande frescor;

Especificações:
Teor Alcoólico: 12,5%
Serviço: 8ºC

Harmonização: canapés, saladas, frutos do mar, legumes no vapor, carnes brancas;
 
 

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Sardinha na Panela de Pressão By Bruno Almeida


Gente,
 
Hoje venho com uma receita que ainda não fiz, recebi essa semana a receita de Bruno - O maridão de Marisinha. Esse casal são uns fofos.. super apaixonados e recém casados como eu, e ambos cozinham coisas gostosas, pelo menos é o que percebo nos pratos que são feitos. Nunca experimentei nada, até porque nos tornamos mais próximos depois que eles foram morar em Sampa e costumamos trocar informações e carinhos pela Net. Desde que ele fez essas Sardinhas que vivo sentindo esse cheiro e o desejo de comer. Vamos lá a receita que segue exatamente como ele me enviou:
 
 
Ingredientes:
 
1 kg de filé de sardinha fresca
8 tomates maduros sem pele e sem semente (picados em cubos grandes)
1 pimentão verde cortado em tiras
2 cebolas cortadas groseiramente em rodelas
1 abobrinha média cortada em quadradinhos
1/2 xícara de azeite
Limão
Salsa picadinha e/ou coentro picado
Sal a gosto
Ervas a gosto.
 
Modo de preparo:

Tempere as sardinhas com limão e sal - Comece a arrumar em camadas finas na panela de pressão tomate, cebola, salsa/coentro, pimentão e sardinha, até terminar todos os ingredientes - Por último, derrame o azeite - Feche a panela e acenda o fogo.
Quando começar a apitar, abaixe o fogo e desligue após 10 minutos (se quiser que a espinha dorsal fique igual a enlatada, deixe uns 12 a 13 minutos.
Abra a panela só depois que sair toda a pressão (Não force a saída da pressão).

A dica dele: Pode ficar na geladeira por uns 03 dias e é uma delícia com pão francês.



terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Camarão à Borboleta Com Ervas















Opa, mais uma...
 
 
Essa é uma dica de preparar aqueles camarões que só costumamos comer fora de casa, em restaurantes. Por ser muito trabalhoso e requer camarões médios ou grandes.
Supreendida com quase 3kgs de camarões médios frescos comprado pelo marido, resolvi juntar paciência e prepará-lo.
Descasquei os camarões, tendo  o maior cuidado. Tirei a tripa, cortei-os à borboleta (cortar ao comprido e abrir as partes sem separá-las). Faça um pequeno orifício no meio de cada camarão aberto. Misture com o suco de um limão, sal, ervas diversas e pimenta do reino moída na hora e reserve. Numa frigideira quente com azeite e alho amassado, frite os camarões por uns 10min.. 5min para cada lado. Lembrem-se que camarões não precisam de muito tempo, senão ficam duros.
 
 
 
 

 
 
 


                                          Esse é o corte e a tripinha que deve ser restirada.
 
 
 
                                        Olha como fica lindo... Arroz Thai + Purê de Inhame

Chips de Batata Doce


Olha eu aqui de novo...
 
 
Para complementar, segue a receita ou seja a dica de preparar chips de batata doce. Que foi o outro acompanhamento do prato que preparei no jantar especial de aniversário do meu amore.

Corte a batata-doce em fatias bem finas. Cortei com cortador de legumes, é bem chato e precisa de paciência. Deixe de molho em água com algumas pedras de gelo por 20 minutos, escorra e seque com papel absorvente. Frite-as em óleo bem quente. Depois é só servir. Elas ficam super crocantes.
 
Simples, né?!
 
 

Purê de Mandioquinha

Oiiii,
 
Quero pedir mil desculpas pela ausência, confesso que estava com preguiça de postar e olhe que tenho algumas receitas novas com fotos arquivadas, mas todos os dias lembrava do blog e prometia para o outro dia.
Devem estar pensando o quanto faço e/ou gosto de purê, mas EU não sou muito fã isso é obra da preferência do Marido como acompanhamento. Esse purê já namorava um tempão, pois todos os blogs e chef´s utilizam muito a mandioquinha, que por sinal nada tem a ver com nossa macaxeira, aipim, mandioca.. Ela é diferente no sabor (mais adocicado), na textura (mais macia) e claro na aparência. A primeira vez que comi foi num restaurante que abriu a pouco tempo em Recife - Bistrô e Boteco e comecei a procurar nos mercados, mas sempre com um valor alto, desistia. Até que a semana passada encontrei num mercado pequeno do meu bairro por um preço razoável e como pretendia preparar um jantar especial de aniversário do Marido, comprei. A forma de preparar é como de um purê comum.

Em uma panela, juntei a mandioquinha, mais um cubo de caldo de legumes e cozinhe por 20 minutos. Escorri água e bati a mandioquinha ainda quente no mixer com o leite, a manteira, mexendo até engrossar, depois acrescentei 1/2 caixinha de creme de leite.  
Retire do fogo e sirva em seguida.

Dica: Se desejar, misture salsa picada, queijo de sua preferência.  

:-)
 

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Arroz Thai

Olá,

Hoje vou falar de alguns diferentes tipos de arroz.. Experimentei o Thai, muito bom! Bastante aromático e de cozimento rápido. Simplesmente, adorei!


Com mais de 8.000 variedades diferentes reconhecidas, podemos enquadrar a maior parte em três principais tipologias:
  • Grãos Redondos;
  • Grãos Médios;
  • Grãos Longos.

Dentro dos três principais grupos existem variedades de grãos a destacar devido às suas propriedades alimentares e características na elaboração de diferentes pratos.
Pertencente à espécie índica, o arroz Agulha, apresenta um grão com um comprimento superior a 6,0 mm e uma relação comprimento/altura superior a 3. O arroz Agulha tem vindo a ganhar quota de mercado em detrimento do Carolino, por ser particularmente adequado ao consumo habitual nas casas portuguesas pela sua facilidade ao cozinhar, textura solta e agradável ao paladar. É ideal em guarnições ou pratos como arroz com cenoura, com ervilhas ou saladas de arroz.

 
Rico em nutrientes, pouco calórico e geralmente utilizado em misturas com o arroz branco. Também conhecido como Zizania ou Grão de Água, durante séculos foi o alimento básico dos Índios Chippewa. O seu grão, de maior comprimento e de cor escura, cresce de forma selvagem e natural em pequenas produções nas margens dos grandes lagos da América do Norte.
O arroz basmati (que significa “aromático excelente”) é cultivado nos vales do Himalaia, regado por água pura e fresca e considerado pelos especialistas como um dos mais seletos e agradáveis do mundo, pelo seu aroma intenso durante a preparação e o seu longo e delicado grão de brancura excecional.
O arroz integral é um arroz descascado e limpo, mas não branqueado. Uma vez que conserva a maioria do seu farelo, proporciona mais fibras, minerais e vitaminas que o arroz branco. Além disso, enriquece todos os tipos de pratos com o seu sabor característico.
 
 
Também conhecido como arroz “Thai” ou “Jasmin”, deriva da cultura tailandesa e é conhecido como um dos arroz mais agradáveis e aromáticos do mundo. O seu aroma natural e sabor único fazem com que seja um prazer para o paladar.
 
 
 
 

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Que Marravilha!!!

Olá...

Gentem, hoje trago a indicação de um livro de um chef que sigo e gosto muito, pra mim um dos melhores.. O livro é do Claude Troisgros - Que Marravilha!

"O programa homônimo é a base deste livro que traz receitas preparadas pelo chef. Claude visa ensinar aos participantes a fazer pratos - que eles depois reproduzem em suas casas sob os olhos do chef francês. Por vezes, Claude prepara receitas especiais e chama convidados famosos para acompanhá-lo. Ilustrado e dividido em seis capítulos - Entradas, Carnes, Peixes, Massas, Sobremesas e Dicas."

É isso, o seu programa vai ao ar no canal GNT todas às quintas-feiras às 21:00hs.

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Berinjela Recheada

Oiiii
 
Hoje é dia de receitinha leve e super saudável - Berinjela. Não tenho costume de comprar semanalmente, e confesso que só compro se tiver uma receita pra fazer com ela. Essa fiz recheada, bom num foi um recheioooooo, mas contribuiu bastante. Vamos lá a receita:
 
 
Corte a berinjela ao meio no sentido do comprimento, com casca e cozinhar em água, sal e um pouco de vinagre. Depois de cozida escorrer e retirar a polpa com cuidado para não machucar a casca. Retirar todas as polpas e reservar. Para o recheio, utilizei uns tomates grape e muçarela de búfala, cortei-os em pedaços pequenos, juntei com manjericão fresco, azeite, pimenta do reino moida e sal.
A hora de rechear cada lado, salpiquei um pouco de queijo ralado, uns temperos desidratados e forno por uns 15 min.
Ótimo acompanhamento. Pra comer sem culpa!

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Folhado de Queijo Minas

Olá...
 
Hoje venho com uma receitinha, dica melhor assim... que custei a fazer por receio do desconhecido; é de MASSA FOLHADA. Sempre paquerei nos supermercado, mas num sabia se ficaria bom, se valia a pena... bom, encontrei uma promo e comprei. É da Massa Leve, custa em torno de R$ 7,00 e dá pra umas 5 porções. Simples e perfeita para um lanche ou até um salgado mais requintado, pois ela te dá a liberdade pra fazer muitos canapés. Tinha em casa queijo minas, e pra não ousar e não se tornar algo calório (tive receito de incrementar os recheios) fiz apenas de queijo.
 
Bom, não tem o que fazer.. a massa vem pronta, basta tirar os plásticos que vem separando (como na massa de pastel) e rechear. Não pode utilizar recheio quente e precisa passar um ovo ligeiramente batido para selar (fechar) a massa. E bom passar em cima pra dar aquela carinha linda dourada. Depois é só ir ao forno por mais ou menos 20min. Ou até dourar.
 
Segredinho: Fiz dois com salsicha (pq amo salsicha) e ficou maravilhoso tb. É isso.. Beijos!
 
 
 
 

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Vinho Verde

Bom dia!
 
Hoje não venho com receitinhas, e sim com uma indicação. Não é novidade pra ninguém que gosto muito de vinho, apesar de entender muito pouco. Costumo dizer que meu conhecimento restringe exclusivamente ao meu paladar, ou seja é ele que escolhe o que vou tomar. Já evolui muito nessa questão.. às vezes só compramos para conhecer, degustar...
Segue abaixo a avaliação de especialistas sobre o assunto e nesse post sobre o VINHO VERDE; que pra nossa região é muito bem vindo pela leveza e refrescância.
 
 
O Vinho Verde, produzido exclusivamente na Região Demarcada dos Vinhos Verdes, constitui uma denominação de origem controlada cuja demarcação remonta a 1908. O Vinho Verde é único no mundo! Naturalmente leve e fresco, produzido no noroeste de Portugal, uma região costeira geograficamente bem localizada para a produção de excelentes vinhos brancos. Berço da carismática casta Alvarinho e produtora de vinhos de lote únicos, a Região dos Vinhos Verdes oferece um conjunto ímpar de vinhos muito gastronómicos.
Com moderado teor alcoólico, e portanto menos calórico, o Vinho Verde é um vinho frutado, fácil de beber, óptimo como aperitivo ou em harmonização com refeições leves e equilibradas: saladas, peixes, mariscos, carnes brancas, tapas, sushi, sashimi e outros pratos internacionais.
A flagrante tipicidade e originalidade destes vinhos é o resultado, por um lado, das características do solo, clima e factores sócio-económicos da Região dos Vinhos Verdes, e, por outro, das peculiaridades das castas autóctones da região e das formas de cultivo da vinha. Destes factores resulta um vinho naturalmente leve e fresco, diferente dos restantes vinhos do mundo.
Existem Vinhos Verdes, brancos e tintos, rosés e espumantes. Existem também vinagres de vinho verde, aguardentes de vinho verde e reconhecidas bagaceiras.
Devido às características edafoclimáticas encontradas nesta Região Demarcada, os vinhos produzidos, sejam brancos ou tintos, têm uma concentração em ácido málico superior à que é frequente nos vinhos de outras regiões de Portugal, o que lhes acentua a agradável frescura. Estes vinhos devem ser consumidos quando jovens.
O Vinho Verde é o segundo vinho português mais exportado, depois do vinho do Porto.
 
 
 
 
E minha indicação é: Casal Garcia
 
 
 
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Frango Com Quinoa

Oiii...
 
Depois de um fim de semana sempre vem a culpa pelos excessos, seja na bebida, na comida, com o sol, sono... e que resta a segunda-feira para avaliarmos todos os exageros e prometermos maneirarmos no próximo, certo??? Super concordo, sou exatamente assim.. chuto o pé da barraca e E X A G E R O mesmo. Mas, esse fim de semana preparei um frango super light e delicioso e ótimo para começar a semana sem culpa.
 
Fiz com 03 filés de peito, já temparados com sal, pimenta do reino e sazon de galinha. Um ovo batido e uma xícara de quinoa em flocos. Passei os filés no ovo e depois na quinoa até ficar com toda a superfície preenchida. Arrumei numa assadeira de terflon e forno pré aquecido. A cada 10 minutos virava os filés e depois de 20 minutos, estava pronto.
 
Gentem, vcs não tem idéia de como ficou crocante... deu pra comer sem culpa. Pra acompanhar, um risoto de queijo.. essa receita fica para outro dia.
 
                                          Ficou lindo esse frango, né?
                                         
 

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Lagosta No Forno Com Ervas

Oiii....
 
Quero começar logo comentando sobre meu feriado. Gentem, que lugar maravilhoso é Natal/RN... De uma beleza surpreendente, de comidas deliciosas... Eu amo tudo daquela cidade. Confesso que exagerei nos caldos, nos pastéis de camarão, na lasanha de camarão, arroz de caranguejo... tudo muito bommmm!!! Essa semana prometi que seria light... Mas, ontem foi o aniversário da minha mãe, rodízio em churrascaria.. mesmo sem intenção, você come além do normal. Mas, há salvação...
A receita de hoje foi feita pensando exclusivamente no meu marido que ama lagosta, eu sinceramente não sou muito fã. Sempre compramos o pernil da lagosta, pré cozido e limpo. Então, se torna mais fácil na preparação de qualquer prato. Sem muitas opções ao descartar ela gratinada, cozinhei ela na água e sal por 20min. e depois de escorrida, temperei com um pouco de pimenta do reino e reservei.
Numa travessa espalhei os pedaços de lagosta, salpiquei salsa e tomilho desidratado, alcaparras, azeitonas picadas e ramos de alecrim. A novidade foi colocar uma cabeça de alho com o topo cortado para perfumar a lagosta e assar o alho. Tinha vontade de assar o alho no forno para ter a certeza que ele ficaria doce como diziam e pode apostar que sim. Azeite e mais um pouco de pimenta do reino. Forno durante 30min. Para acompanhar um risoto de abobrinha que ficou delicioso.

Beijos e fiquem com Deus!!!


 
 
 
 

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Cupcake de Nutella

Oiiiiii,
 
Feriado na porta.. e esse tem um gostinho especial. Sou uma apaixonada pela minha cidade Recife, mas existe uma outra que está a 3h e 1/2 de carro daqui, que sempre adotei como minha 2ª casa, Natal no Rio Grande Norte.
Assim que casei passamos um fim de semana, que por sinal iria se realizar o casamento de um primo do meu marido, um casal doce e super querido. Fomos padrinhos do casamento mais lindo que já fui até hoje. E desde então, não fui mais lá.. Se passaram 02 anos e todos os meses meu marido vai pra lá a trabalho e isso me deixa ainda mais saudosa, pelas praias, camarões, caldos, ensopados, temperatura quente, sol durante 365 dias no ano. Portanto, imaginem minha expectativa??? Estou a mil por horas... Louca pra pegar sol, comer tudo que tenho direito, curtir cada minuto desses feriado.
Mas, vamos ao que interessa... a receita de hoje eu fiz há 2 semanas, não achei que daria tão certo na 1ª tentativa. Esses cupcakes de Nutella são perfeitos. Simples, rápido, cheirosos, fofos e claro, deliciosos. Essa receita deu 10 filhotinhos... Distribui com minha mãe, irmã, chefe.. para que o marido não comesse tudo sozinho. Confesso que comi um, ainda quente o que posso dizer que é melhor ainda.
Segue a receita exatamente da forma que peguei na Net e como foi feita. Desculpa, não lembro do site para dar os créditos. Sorry!

Ingredientes:

140g de manteiga amolecida
3/4 xícara de açúcar
3 ovos
1/2 colher (chá) de extrato de baunilha
1 e 3/4 xícara de farinha de trigo (200 gramas)
1/4 colher (chá) de sal
2 colher (chá) de fermento em pó
1 pote de Nutella

Modo de preparo:

Começe pré-aqueçando o forno a 200°C. Unte 12 forminhas de cupcake ou forminhas de papel (usei as forminhas de papel). Bata a manteiga e o açúcar por 2 minutos, depois acrescente os ovos, um de cada vez, até incorporar completamente. Adicione a baunilha, a farinha, o sal e o fermento. Bata até a massa ficar uniforme e a farinha desaparecer por completo. Por fim, coloque a Nutella aos poucos e vá misturando com uma colher. E se preferir coloque mais uma colher de Nutella por cima. Coloque no forno por 30 min. Utilize o teste do palito para saber se está pronto.
 

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Purê de Inhame

Olá...

Começo de semana, marido viajando novamente e hora de colocar a vida nos eixos... Trago uma receitinha bem simples, mas de suma importância em vários sentidos; purê de inhame. Além de ser nutritivo, simples e serve pra aproveitar aquele inhame que está cozido na geladeira há alguns dias. Confesso não sou fã de inhame, mas se eu fizer todos os dias, meu marido janta satisfeito... basta ovos, queijo coalho ou até requeijão pra acompanhar. Eu só como se tiver umas salsichinhas, charque ou algo com bastante molho.

Voltando a receita: Pegue aquele inhame (03 rodelas) junte com leite (+/- 1/2 xícara) no mix ou no próprío liquidificador e bata até ficar bem homogêneo. Leve ao fogo, com uma colher de manteiga e um pouco de queijo ralado, mexa até ferver. Pronto. Um ótimo e nutritivo acompanhamento para peixe, carne e frango.

Desejo um bom início de semana pra vcs!!!

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Pappardelle Com Mexilhões

Enfim, SEXTAA!!!

Pode ser que um dia seja diferente, mas são anos de AMOR às sextas-feiras! E hoje tem último capítulo da novela que parou o Brasil.. Avenida Brasil! Portanto, teremos um "happy hour" no horário nobre da TV Brasileira.
Vamos esquentar com uma receita que é delícia... Já afirmei que AMO frutos do mar e acho que mexilhões combina muito com massa. Fiz um molho bem encorpado com eles e deu um sabor ímpar no prato. Mão na massa...

Lava bem os mexilhões e tempera com suco de limão, pimenta do reino e sal. Depois de uns 15 a 20 minutinhos levamos ele pra refogar no azeite, com cebola e alho bem picadinhos. Adciona um pouco de polpa de tomate e deixar cozinhar por um pouco mais de 10 minutos. Acerta o sal, a pimenta do reino e se quiser adcionar algumas ervas frescas, fiquem a vontade. Desligue o fogo e hora de colocar uma caixinha de creme de leite.. mexer devagarinho e reservar.
Vamos ao pappardelle. O que comprei tinha sabor de funghi seco, confesso não ter sentido muita diferença no sabor, mas na cor é notório. Cozinhar al dente e nesse tempo, colocar uma colher de manteiga numa frigideira pra derreter, jogar a massa com um pouco da própria água do cozimento pra dar uma liga e a cor brilhante na massa. Pronta a massa.. colocar porções no prato e adicionar o molho com mexilhões... Fio de azeite pra finalizar e bon appetit.


quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Doce de Leite SOYMILKE!

Gentem,

Vim aqui apenas para comentar sobre um produto que meu MARIDO adquiriu em nome da saúde, da estética e da gordice; o DOCE DE LEITE SOYMILKE feito de Leite de Soja (Sem Lactose).
Morri de dó.. pois é muito ruim, além de ser distante, mas muito distante do sabor original do verdadeiro Doce de Leite. Mas, é uma opção para quem tem alergia a Lactose.

A PROPAGANDA:
O primeiro e único Doce de Leite de Soja do mundo! Feito com soja não transgênica, sem lactose, sem colesterol, sem glúten e livre de gordura trans.


Sanduiche Frio de Sardinha

Hoje já é Quinta-Feira??? Adoro!

Essa semana foi bem complicada pra mim, a recuperação do feriado junto com a TPM não foi fácil. Mas, cada dia é um novo dia pra fazermos diferente e cuidarmos mais da saúde.
Na segunda, trabalhei meio expediente, pois foi feriado dos comerciários em Recife, tudo parado nas empresas de outro segmento que não era comércio. Durante a tarde, diante da Sessão da Tarde (quanto tempo isso não acontecia) decidi fazer um lanche e resolvi fazer um sanduiche frio... Pensei em fazer de frango, mas num queria descongelar, cozinhar o frango e o mais prático seria atum ou sardinha que tinham no armário prontos para ser utilizados, decidi pela sardinha por ter um sabor mais forte.

Peguei 01 lata de sardinha no molho de tomate, amassei e misturei com algumas ervas e tomates cereja picadinho, reservei. Fiz um patê de ricota com requeijão light e salsinha, reservei. Peguei 04 fatias de pão de forma sem casca e fui intercalando as duas misturas: De sardinha e de ricota. No final, usei maionese light pra cobrir um pouco do sanduiche. Poderia ter bizuntado mais, só que fiquei com medo da negativa do Marido... Salpiquei batata palha pra finalizar e geladeira. Opção barata, simples e gostosa de ter na geladeira pra um lanche, uma visita..



quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Molhos & Especiarias


Bom Dia!

Imaginem uma criança ganhando um saco de balas e doces?! Entusiasmo e alegria na certa. Pois, ontem ganhei do meu Marido alguns molhos e especiarias que me deixaram com a mesma a alegria. Além de uma vontade louca de usar, experimentar cada um... Vou precisar pesquisar muito algumas receitas para utilizar de forma correta.


Temos:

Molho Curry, Manjericão Tailândes: Molho cremoso moderadamente picante com pimenta malagueta e manjericão tailandês. Já vem pronto, bata aquecer e misturar com carne, aves, frutos do mar ou legumes para uma refeição prática, deliciosa e saudável.

Molho Chimichurri: O chimichurri é um molho à base de salsinha, alho, cebola, tomilho, orégano, pimenta vermelha moida, pimentão, louro, pimenta do reino negra, mostarda em pó, salsão, vinagre e azeite de oliva para preparar churrasco ou acompanhar outras comidas.
Molho de Queijo Alfredo Com Cogumelos: O clássico molho de queijo Alfredo italiano preparado com cogumelos Portobello. A união da praticidade ao sabor incomparável dos melhores restaurantes da Itália.

E um MIX de Pimentas em Grãos, além de Mostarda Dijon que é sempre muito bem vinda.


Vamos as pesquisas e prometo trazer cada receita e seus preparos. Ah, e se alguém tiver alguma receita que possa me ajudar, please... Me mande, ok???





segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Sururu


Gentem,

Frutos do mar pra mim é a comida dos deuses.. Amo todas elas, de todas as formas e temperos. É uma benção morar no Nordeste e ter a facilidade de estar sempre com elas na mesa. É uma infinidade de pratos e sabores, uma delas é o sururu.
Pra fazê-lo será preciso de 1/2kg de sururu fresco, sal, limão, pimenta branca, cheiro verde, azeite, extrato de tomate e leite de coco.

Você precisar de muita paciência pra lavar o sururu, pois ele precisa ser lavado, e lavado e lavado novamente, ele possui muita areia e pedacinhos da casca que ficam presas, portanto é preciso de muita água. Costumo colocar numa peneira grande, dentro da pia e debaixo da torneira.. e ali são longos minutos lavando e tirando toda sujeira do mar. Passando essa fase, costumo temperar com suco de limão, sal e pimenta branca. Reservo por 1/2 hora pra pegar o tempero. Enquanto isso, refogo a cebola e o pimentão, no azeite.. e jogo o sururu. Deixo dar uma refogada e acrescento extrato de tomate e deixo cozinhar por uns 15 a 20min. Depois disso, 1/2 garrafinha de coco pra finalizar. Acerto o sal e pronto o sururu pra ser apreciado com uma farofinha e muito limão e pimenta.

Brigadeiro de Colher


Olá...

Gente, hoje vou postar uma receita que pra mim é super básica e na minha concepção todo mundo sabe fazer.. mas, num é que me perguntam tanto sobre como fazer o famoso brigadeiro de colher?! Vamos lá...

Você vai precisar de 01 lata de leite condensado, 01 colher de manteiga, e 02 colheres de chocolate em pó (não é a achocolatado). Mistura tudo e leva ao fogo baixo até desprender da panela, mexendo sem parar... acho que a grande dica é essa, fogo baixo... Ao desligar o fogo, acrescente 1/2 caixinha de creme de leite. Ele vai dar ao brigadeiro a cremosidade e a cor brilhante. Agora é só colocar nos copinhos... e se deliciar com o melhor do doce do planeta.

;-)


terça-feira, 2 de outubro de 2012

Lula em Anéis (Fritas)

Gente,

Essa receita ainda não a fiz, mas já está na agulha para esse fim de semana... As lulas em anéis já estão no freezer prontas para serem utilizadas.

Vamos lá..

Primeiro, limpe bem a lula e corte-a em anéis (ou compre já em anéis) de aproximadamente 1 cm de espessura. Coloque-as num recepiente e -atenção à dica- deixe-as de molho no leite por 30 minutinhos. Sim, é o leite que deixará a lula molinha e macia como algodão.

Passados os 30 min., escorra o leite e sem lavar a lula, tempere-a com sal e limão a gosto. Passe os anéis de lula na farinha de trigo. Aqueça um pouco de óleo e quando este estiver bem quente, frite a lula até dourá-las. Seque-as em papel toalha e sirva com aquela cervejinha gelada! Delíciaaaa!!!




Bacalhau Diferente

Vamos a mais uma receita???

Essa é de um bacalhau que já fiz umas 3 vezes, pois além de fácil, foge ao tradicional.. E rende muito. Hoje sai mais barato comprar lascas de bacalhau a filé de frango.. sei que o sabor não é de um bacalhau do porto, mas cumpre seu papel.. rs!


Ingredientes
500 g de bacalhau desfiado e dessalgado
2 cebolas fatiadas em rodelas finas
2 dentes de alho picados
4 ovos batidos com um garfo
½ caixa de creme de leite
1 colher (sopa) de salsa
1 e ½ xícara (chá) de batata palha
Azeite

Modo de fazer
Em uma panela, aqueça o azeite. Refogue a cebola, mexendo constantemente, por cerca de 20 minutos (deve ficar bem macia). Acrescente o alho e refogue ligeiramente. Junte o bacalhau, a salsa e mexa sem parar até o peixe ficar bem desfiado e incorporado à cebola.
Acrescente o creme de leite e continue mexendo.
Retire do fogo, adicione os ovos. Acrescente a batata e misture até ela se incorporar ao bacalhau. Sirva em seguida.



                      PS. A foto não ficou muito boa, pois foi do celular... mas dá pra ter uma idéia de como fica.

Farfale Com Filé Ao Creme

Oiiii


Hoje venho com uma receita que pra mim além de deliciosa é garantia de sucesso. É tão difícil encontrar alguém que não goste de massa, molhos e um bom filé... só meu maridão que torce o nariz sempre.
Já postei aqui uma receita de molho de gorgonzola, essa eu substituí o gorgonzola pelo Gouda. Gostamos muito do Gouda e sempre tenho em casa. Preço razoável e fácil de encontrar.

O que vamos precisar é de uma boa massa.. usei o farfale, pois era o que tinha em casa e acho uma massa super bonitinha. Filé mignon, 1/2 cebola, azeite, 3 dentes de alho, creme de leite, pimenta do reino, 1/2 xícara de vinho branco seco, salsa, queijo ralado e o queijo gouda (mas que pode ser outro queijo).

Limpa, corta em pedaços pequenos ou tiras e depois tempera o filé apenas com sal e pimenta do reino, reserve.. Enquanto isso, refogue a cebola e alho no azeite até a cebola ficar mole e transparente. Acrescenta o filé. Sabemos que filé não precisa de muito cozimento, portanto bastam 5 minutinhos no fogo alto.. aos poucos, acrescente o vinho branco, creme de leite, a pimenta do reino, o queijo ralado e acerta o sal. Coloquei alguns pedaços pequenos do Gouda nessa molho e ralei outro pedaço pra finalizar o prato.

Depois da massa cozida (ao dente), acrescente azeite e salsa e leve ao fogo apenas pra deixá-la mais saborosa e brilhante. E agora é só montar o prato. Não sou muito boa nisso... mas, fica por conta da experiência e gosto de vcs.


sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Arroz Integral Com Frango Defumado

Bom Dia!

Sexta-feiraaa, ahhh! Ô dia desejado.. Venho com uma receitinha bem simples mais deliciosa e que vai tirar aquela impressão de algumas pessoas que arroz integral é ruim. Confesso que já o vi dessa forma, hoje como numa boa, mas feito em casa e por mim é simplesmente delicioso e saudável.
Todos sabem o quanto AMO risoto, vinha melhorando a cada dia, mas o Maridão diz que se sente cheio, que engorda.. bom, tenho evitado e juro q estou morrendo de saudades e vontades. E nesse interim, também substituímos em casa o arroz branco pelo integral.
Numa sexta, pra dar um UP no arroz integral.. pra deixá-lo com cara gourmet. Resolvi testar.. e depois daquela conferida na geladeira, descobri um peito de frango defumado e pronto estava resolvido. Faria um risoto de de arroz integral com frango defumado.

Desfiei o peito de frango defumado, dei uma refogada na cebola no azeite e joguei o frango defumado, que não precisa de NADA pra ficar bom. Joguei salsinha desidratada, tomate grape cortado e pimenta do reino... depois de uns minutinhos o cheiro invadia a casa inteira, nessa hora coloquei o arroz integral já pronto. Misturei bem e pronto. Na hora de servir, levei novamente ao fogo, polvilhei um pouco de queijo ralado e prontinho pra servir. Ficou divino!


segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Salada..!!!

Olá..

Hoje tem post bem levinho pra começar a semana sem culpa e disposta pra encarar aquela velha dieta que sempre se começa na segunda-feira e se estende até a sexta, deixando o fim de semana livre para os exageros ou simplesmente pra experimentar o que há de bom na culinária.
Essa salada é a queridinha lá de casa, pois leva vários itens que a torna deliciosa, sem aquele pensamento que salada é ruim, que não há prazer em comê-la.

Vamos lá:

Alface Americana
Repolho Roxo
Repolho Branco
Cenoura Ralada
Tomate Grape
Ovos Cozidos
Queijo Minas
Milho

Os itens pode ser o que se tem na geladeira ou os que vc mais gosta... podendo variar com frango, palmito, atum, peito de peru, camarão, acelga... ou seja, há uma infinidade de variações.

Tempero sempre com molho de mostarda + mel + suco de limão + pimenta do reino. Não deixando de usar vinagre balsâmico ou shoyo e azeite, bastante azeite.

Essa esteve no almoço lá de casa de ontem, livre de culpas... rs!


terça-feira, 18 de setembro de 2012

Filé de Frango Recheado


Bom diaa!!!

Gente, quanto tempo... confesso que estava com saudades de postar, mas estava sem receitas novas. Afinal, passei um bom tempo sem cozinhar da forma que eu gosto; de forma diferente para ocasiões distintas.
Os motivos foram uma mini férias que resultou numa viagem deliciosa, inesquecível, mágica, esplendorosa... são tantos elogios que num cabem em palavras. Bom, isso é motivo de outro post..
Com essa parada, fiquei um pouco preguiçosa... E na sexta-feira passada (sempre ela), disse que não iria cozinhar e também estava cansada e não queria sair e meu marido seria o responsável em comprar o jantar, já que sua experiência na cozinha não ultrapassa um ovo frito ou mexido. Mas, num é que ele se atrasou por motivos de trabalho??? E com isso, não teve jeito lá vai eu sem nenhum tesão. Tinha peito de frango e filé mignon no freezer e sem entusiasmo o escolhi o frango. Liguei o som, abri uma cerveja (tb não tinha vinho..ohhh) e foi batendo a inspiração. Vamos então ao procedimento:

Peguei 02 peitos de frangos limpos e descongelados, temperei apenas com sazon de frango/galinha, enquanto isso peguei um potinho de cream cheese light da Philadelphia e um pedaço de queijo Gouda da Campo da Serra (sempre tenho em casa..adoro). Cortei o queijo em forma de palitinhos e reservei. Voltando ao frango, peguei uma faca pequena e fiz um corte naquela parte mais gordinha e fui cavando até ter espaço suficiente para o recheio, sempre cuidadosa com as laterais para não abrir. Feito, bezuntei com cream cheese e fui arrumando os palitinhos do queijo da forma que preenchesse todo a cavidade feita no peito do frango. Fechei a entrada com um palitinho na diagonal. Moí uma pimenta do reino em cima e levei ao fogo pra selar o frango. Pronto, ele já estava lindo todo dourado... Mas, o grand finale foi um molho que fiz com alho poró e cebola ultilizando a frigideira ainda suja do frango, refoguei no azeite o alho poró cortado em tiras bem fininhas com cebola até ficarem bem macios e o aroma invadir a cozinha. Coloquei os filés de frango recheados num refratário e coloquei esse refogado por cima, tirei duas lascas de manteiga e coloquei por cima dos filés e forno. Uma média de 15 minutos e o resultado foi maravilhoso.


segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Geléia de Morango

Bom Diaa!

Vamos começar a semana com uma receita simples e saborosa que acompanha sobremesas, torradas, bolacha, wafles, panquecas... enfim, uma infinidade de opções pra usar e abusar.

Use uma caixa de morangos, aquelas que compramos em supermercados, sinal de trânsito, feira livre. Lave-os bem, retire as folhinhas e corte em 4 partes. Pegue 1/2 xícara de açucar e o suco de um limão. Coloque tudo numa panela e leve ao fogo baixo, mexendo sempre até ficar uma calda grossinha. Caso, prefira uma geléia fina, sem os pedacinhos do morango, depois de fria bata no liquidificador. Eu prefiro com os pedacinhos. Ponha num pote limpo e pode armazenar na geladeira por +/- uma semana.

Desejo um ótimo começo de semana com gostinho de geléia. :-)


sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Tomate Recheado

Bom Diaa!!!

Hoje é o dia da alegria sem motivos; abençoada sexta-feira! Dia de receita no Blog..
A receita de hoje é bem simples e que vai bem como acompanhamento e até como um belisquete. Ela também se torna ideal pois poderemos diversificar os recheios com o que mais gostar ou até o que tiver como sobra na geladeira.

Comecei lavando bem os tomates, cortando uma tampa em uma das extremidades. Com uma faca pequena e de ponta, retirar as sementes com bastante cuidado, deixando a cavidade limpa e pronta pra receber o recheio. Depois de limpo, enxugar com papel toalha e reservar.
Peguei queijo ricota esfarelei, misturei com creme de ricota da Tirolez e dei aquela temperada com um pouco de sal, pimenta moída na hora e ervas finas desidratadas.
Com uma colher pequena comecei recheando os tomates com cuidado, fiz um corte (tipo uma tampinha só que menor) na outra extremidade para que ele pudesse ficar em pé... arrumei num ramequim e polvilhei um pouco de queijo ralado e azeite, pronto! Forno a 220º até criar uma casquinha dourada. Delícia de acompanhamento e nesse caso, super light.


terça-feira, 31 de julho de 2012

Sobremesa De Doce de Leite

Olá,

Hoje vou postar a receita de sexta-feira passada que criou tanto frisson entre os amantes de doces.
Bom, ela não tem nome.. foi meio que uma adaptação e deu certo, mas acho que precisa de uns repetecos pra sair como eu imaginei.
São 3 ingredientes apenas: Doce de leite + Cookies + Sorvete de Doce de Leite.

O ideal era eu ter comprado um doce de leite pronto e mais cremoso, mas terminei utilizando uma lata de leite condensado que foi na panela de pressão por 50min e que se transformou no doce de leite que todo mundo conhece. Após os 50min na pressão.. muito cuidado ao abrir a lata, pois ela pode explodir. Espere esfriar e abrir com segurança. Utilizei uma taça alta e aberta para martini. Fiz a base com o doce de leite... Na sequencia, esfarelar os cookies. Usei o da Bauducco (aquele bem baratinho) e arrumar por cima do doce de leite, criando a 2ª camada. A hora do sorvete, comprei o da Fri Sabor e deixei um pouco fora do freezer para que ele ficasse cremoso e facilitasse na hora de transferir para a taça. E pra finalizar, apenas ralei um pedaço de chocolate meio amargo que tinha na dispensa. Retornei para o freezer pra melhorar a consistência do sorvete. Uns 15min e pronta a sobremesa!



quarta-feira, 25 de julho de 2012

Tapioca

Bom Dia!

Hoje venho com uma receita simples, mas muito saborosa e que faz parte do cardápio nordestino. Muito difícil alguém não gostar de tapioca, principalmente hoje em dia que existe uma infinidade de recheios que vai do salgado ao doce...

Simples; vamos apenas precisar de massa (goma) para tapioca, que encontra em qualquer supermercado ou feira livre. E no meu caso, coco ralado e queijo coalho para o recheio.
Bom, contei com a ajuda da minha diarista, pois percebi que não tinha raspador de coco, e ela trouxe o coco já ralado pra mim.

Peneire uma quantidade da massa para que ela fique bem soltinha e fina, tempere apenas com sal e reserve.


Utilizando uma frigideira antiaderente, coloque no fogo baixo e deixe-a ficar bem quente. Coloque 2 colheres (ou o suficiente) da massa e espalhe por toda a superfície da frigideira, deixe no fogo até as bordas começarem a dourar e só depois vire. Coloque um pouco de coco e uma fatia fina de queijo coalho, mas é nessa hora que você pode utilizar do recheio que quiser. Dobre-a e vire os dois lados para que doure. Está pronta um dos pratos mais famosos e apreciados do Nordeste.

PS. Pra finalizar uma pouco de manteiga...Huuuumm!!!

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Rocambole de Carne Moída

Bom Diaaa!!!

Sexta 13 de chuva em Recife, seria um mal presságio? Claro que não.. Sou muito supersticiosa, mas acreditar que uma SEXTA-FEIRA, seja ela 13 ou não seja de azar, JAMAIS!!!
A receita de hoje é com carne moída, confesso que sou fã de carteirinha.. Gosto de tudo que tenha carne moída seja fazendo parte num escondidinho, num cachorro quente, numa macarronada, com arroz... sempre tenho que ter no freezer ou pronta na geladeira. Prática e bem temperadinha é a salvação de uma refeição.
Tinha a vontade de preparar um rocambole, mas sabia que me daria trabalho ou simplesmente não conseguiria. Trabalho deu um bocado, mas acho que foi a falta de prática que me deixou mais enrolada que o próprio rocambole. Depois de pronto, fiquei 1/2 hora na expectativa do resultado e não é que ficou além de delicioso, até bonitinho?! Vamos a receita..

Ingredientes:

1/2 Kg de Carne Moída
1/2 cebola picada
02 dentes de alho picados
Peito de peru fatiado
Ricota
Tempero verde
Sal
Pimenta a gosto

Preparo:

Refogue a cebola e o alho no azeite, quando a cebola estiver macia misture na carne moída. Junte também o tempero verde, que pode ser desidratado também (orégano, salsa, majericão...) e uma pitade de sal e pimenta do reino moída na hora. Misture tudo até ficar bem homogêneo.
Coloque a carne temperada sobre uma folha de papel laminado ou papel manteiga e abra a massa com um rolo na espessura de 1 cm mais ou menos. Forre a carne com o peito de peru e a ricota toda esfarelada e enrole a carne com a ajuda de papel laminado em forma de rocambole. 
Levar ao forno em temperatura média por +/- 30min.